As seis necessidades básicas, por Anthony Robbins, aplicadas à gestão de marcas.

Anthony Robbins é um escritor e palestrante americano que desenvolveu à partir de pesquisas, um estudo onde identifica seis necessidades humanas essenciais.São elas: segurança, inovação, conexão, significado, evolução e contribuição. Vamos abordar bem resumidamente cada uma delas:

  • Segurança: Necessidade de “saber o que vai acontecer”; Sentir-se Confortável.
  • Inovação: Variação ou quebras de rotinas; Necessidade de sempre “buscar o novo”.
  • Conexão: Necessidade de pertencer à um grupo de pessoas; Partidos políticos; Torcer para um time; Entrar para um clube.
  • Significado: Sentir-se importante; Ser reconhecido e valorizado pelos outros.
  • Crescimento: Necessidade de aprender novas coisas; Adquirir competências, habilidades, conhecimentos; Vencer barreiras.
  • Contribuição: Uma forma de sentir-se satisfeito é ajudando outras pessoas à satisfazerem-se em algo.

Marcas, produtos e serviços são feitos por pessoas e para pessoas, e se estas são as necessidades “básicas” que precisam ser satisfeitas, para que uma marca ou empresa seja relevante é preciso que satisfaça estas necessidades.

E como podemos aplicar este conceito na construção e gestão de marcas?

É possível incluir estas necessidades no método de planejamento da estratégia da marca como metas a serem alcançadas e abordá-las sempre, seja em um processo de naming, desenvolvimento de produtos e serviços, criação da identidade da marca, conceitos de comunicação e publicidade, mensagens e tons de voz, etc. Assim – quando bem aplicado o conceito – o público pretendido irá sentir-se satisfeito e propenso a adquirir tais produtos e serviços ao entrar em contato com os pontos de relacionamento de uma empresa com seus clientes.

Porém, é importante deixar claro que este conceito vai além de “mensagens visuais” ou “ferramentas” para conquistar clientes. Precisa ser verdadeiro e estar impregnado no coração da marca o desejo de melhorar a vida das pessoas; Em cada gesto, em cada ação, em cada pessoa que trabalha em pró da marca. E para que seus clientes sejam plenamente satisfeitos, precisa ser gerido com máxima atenção, para que nenhuma das necessidades deixe de ser suprida ao longo do caminho; para que nenhum cliente deixe de satisfazer-se com a marca – seus produtos e serviços, e para que a marca não perca seu lugar na mente e na vida do seu público.

Antes de encerrar o post, gostaria de propor um exercício. É importante pensar e refletir onde em nosso negócio podemos satisfazer cada uma dessas necessidades, vou dar um pequeno exemplo para iniciarmos a reflexão:

  • Segurança: Fazer um bom relacionamento de pós-venda e garantir uma boa política de garantias e trocas de produtos.
  • Inovação: Buscar sempre por novidades em produtos e serviços, algo que surpreenda os clientes.
  • Conexão: Trabalhar a comunicação da empresa com uma linguagem e tom de voz adequados, que vá de encontro certeiro ao público pretendido.
  • Significado: Valorize seu cliente, faça-o sentir-se importante ao adquirir seus produtos e serviços.
  • Crescimento: Ajude o seu cliente a aprender coisas novas, venda produtos e serviços que o ajude a adquirir novas habilidades.
  • Contribuição: Faça campanhas em pró de uma causa importante e solidária, convide seus clientes para participar.

Agora é com você! Onde você pode aplicar este conceito na gestão da sua empresa?


Se você gostaria de conhecer mais nosso trabalho, tirar suas dúvidas ou mesmo solicitar uma proposta comercial entre em contato conosco.

Deixa um Comentário